Esta jovem que pertencente ao Estado Islâmico explica que não é perigosa

Uma afirmação difícil de acreditar.

Partilhar no Facebook
723 723 Partilhas

Esta é provavelmente a notícia mais desconcertante do dia e vem da Síria, onde uma jovem do Estado Islâmico explica que ela não é perigosa e quer voltar para o Reino Unido para criar com segurança o seu filho recém-nascido.

O site de notícias e entretenimento do Reino Unido Mirror está s relatar esta notícia, que pode surpreender muitas pessoas, mas que vai provavelmente incomodar muitas mais e em especial os que têm familiares que foram vítimas de ataques orquestrados pelo Estado Islâmico. De fato, uma mulher de 19 anos chamada Shamina Begum, atualmente radicada na Síria, diz que quer voltar para o seu país natal, o Reino Unido, para poder criar com segurança o seu filho recém-nascido.

"Tenham simpatia e compreensão pelo que eu vivi", disse ela. 

O Mirror explica que é a terceira criança que Shamina Begum dá à luz, mas que os dois primeiros morreram muito rapidamente por causa das terríveis condições em que ela vive há muitos anos. Ela agora sonha com um futuro melhor para o seu filho recém-nascido. Ela também parece ter virado a página na sua aventura no Estado Islâmico que começou há quatro anos, em 2015, quando ela tinha apenas 15 anos de idade.

Agora ela quer mudar a sua vida e disse ao Mirror que o povo do Reino Unido não deveria vê-la como uma ameaça, mas sim como uma pessoa inofensiva em busca de redenção. Ela parece dizer que toda a sua "loucura" relacionada às suas atividades com o Estado Islâmico está por trás dela e que agora ela pode começar uma nova vida longe da violência a que estava acostumada.

Resta saber se o Reino Unido irá perdoá-la e aceitar o seu retorno à Grã-Bretanha. No entanto, a situação Shamina Begum não é isolada, são vários ex-membros do Estado Islâmico, que agora querem mudar de vida e recuperar a vida normal, longe da violência e outras tragédias humanas a que eles estavam acostumados, podemos afirmar que parece ser uma boa notícia. 

Partilhar no Facebook
723 723 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye