Especialista garante que levantar e correr de seguida é “caminho andado para um enfarte”!

Tem o hábito de acordar para ir correr? Tenha muito cuidado

Partilhar no Facebook
125 125 Partilhas

Especialista garante que levantar e correr de seguida é “caminho andado para um enfarte”!

O presidente da Associação Portuguesa do Sono deixou um alerta sob a falta de respeito que existe com o sono. 

"O maior risco é a falta de respeito que se tem pelo sono. Em Portugal, ainda não se valoriza o sono como algo essencial para o nosso bem-estar e a nossa saúde", disse à agência Lusa o presidente da associação, Joaquim Moita, que alerta para a prevalência na população portuguesa de doenças como a síndrome de apneia obstrutiva (49% dos homens e 25% das mulheres têm ou virão a ter) e a insónia crónica (10% dos adultos). 

Se uma pessoa não tiver uma qualidade de sono podem surgir vários problemas como doenças cardíacas - "em cada dez AVC, três ou quatro são em indivíduos com apneia do sono". "Achamos que trabalhar é mais importante que dormir. Mas depois qual vai ser a rentabilidade no trabalho? O que é que se produziu do ponto de vista físico e intelectual? Se não dorme oito horas, a rentabilidade é mais baixa, e as empresas regem-se cada vez mais pela rentabilidade do que pelo número de horas", disse ainda.

O especialista pede ainda para seguirem o exemplo de Cristiano Ronaldo a quem "ninguém tira as suas oito ou nove horas de sono por dia". 

A mania das modas também é algo que se deve ter em atenção, como "o disparate de levantar cedíssimo e ir logo correr - é caminho andado para um enfarte".

Para coordenador do Centro de Medicina do Sono do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, temos de seguir o bom senso: sete a nove horas de sono, deitar-se sempre à mesma hora e procurar logo o sol (devido à produção de cortisol) e acordar sempre à mesma hora (ao fim de semana pode ter-se "um desconto de uma hora", refere). "Há uma hora para descansar e uma hora para estar acordado, mas as sociedades modernas não respeitam muito esses nossos relógios e ritmos. É preciso combater essa desregulação", frisou.

O ritmo endógeno do humano aponta para que "às 06:00 está na altura de se preparar para acordar", produzindo cortisol (hormona associada à atividade e movimento), sendo que perto das 21:00, com a escuridão, começa a ser libertada melatonina (associada ao sono), que atinge o seu pico por volta das 00:00, explanou.

Partilhar no Facebook
125 125 Partilhas

Fonte: www.cmjornal.pt · Crédito foto: www.cmjornal.pt