Eles inventam a gravidez, o nascimento e a morte de um bebé para fraudar os amigos

Todos os detalhes no interior.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Um jovem casal da Pensilvânia é acusado de inventar uma gravidez, o nascimento e a morte de um filho com o objetivo de obter dinheiro e presentes.

Conforme relatado pela CNN, as autoridades locais afirmam que Geoffrey e Kaycee Lang alegaram ter dado à luz um bebé no dia 3 de julho. Segundo eles, ele morreu algumas horas após o nascimento.

Alguns meses antes, o casal havia realizado uma festa pré-natal na casa de um amigo. Foi este último quem se apresentou à polícia para expressar as suas dúvidas sobre a gravidez.

Ao consultar as páginas do casal no Facebook, os investigadores descobriram fotos do recém-nascido em questão, que parecia uma boneca.

Quando a polícia interrogou os dois suspeitos, eles alegaram que o bebé havia morrido de dificuldades respiratórias e que a mãe havia recebido alta do hospital imediatamente após o parto.

No entanto, nem o Serviço Médico Legal nem o hospital nem o ginecologista tinham um registo em nome de Kaycee Lang ou do pequeno Easton. O casal também garantiu que o bebé foi cremado na funerária Hindman. Mais uma vez, nenhum vestígio do suposto bebé.

Enquanto procuravam na casa do casal, os investigadores descobriram uma boneca em tamanho real e uma urna personalizada em nome de Easton Lang.

Para pagar pelo suposto funeral de Littleon, eles criaram um página de angariação de fundos através do site GoFundMe, que levantou mais de US $ 500.

O casal é agora acusado de fraude e roubo.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: CNN · Crédito foto: CNN