​Ela adotou um menino que ninguém queria adotar, 28 anos depois viu a vida ser salva por ele

Mas o que ela não sabia é que isto iria acontecer anos depois!

Partilhar no Facebook
755 755 Partilhas

Ela adotou um menino que ninguém queria adotar e 28 anos depois teve a vida salva por ele

Adotar é dar uma oportunidade feliz para uma criança. E foi isso queIngeborgMcIntosh fez com Jordan.Ela deu a ele a oportunidade de se sentir amado, cuidado e seguro. Mas ela nunca imaginou que seria ele o grande herói dessa história, ela o salvou do abandono e ele salvaria sua vida anos depois!

“Eles colocaram-no nos meus braços e foi amor à primeira vista”, conta. Pouco tempo depois, ela tinha certeza que queria adotá-lo. Mas a mãe biológica tinha colocado uma exigência de que ele deveria ser adotado por uma mãe negra e isso dificultou o processo de adoção.

Passaram 4 anos e ainda ninguém tinha mostrado interesse nele. Foi aí que finalmenteIngeborg conseguiu a adoção. O casal servia de família de acolhimento e já haviam cuidado de 125 crianças ao longo dos anos e a única que realmente quiseram adotar foi o Jordan.

Passaram-se 20 anos e Ingeborg adoeceu gravemente, descobriu uma renal policística, e precisava de um transplante de rim urgente.

Todos ficaram apreensivos e foi aí que Jordan se colocou à disposição para doar o rim para a mãe adotiva, e rapidamente já fez os testes de compatibilidade que felizmente deu positivo. “Eu sinto que essa era a minha vocação na vida. Espero que possa fazer mais por ela quando for mais velho. Mas, por enquanto, é o mínimo que eu posso fazer”, disse Jordan

O amor entre os dois é muito forte, os olhos de Jordan dizem tudo, ele é um grande homem e graças a criação que teve repleta de carinho.“Tudo o que ela fez por mim desde criança, eu só queria retribuir e mostrar a ela o quanto eu a amo”.

Tudo correu bem com a cirurgia e ambos estão saudáveis e felizes em casa. A vida os uniu com um propósito lógico. E essa história é uma prova de que o amor doado sempre retorna, que ele é como uma corrente de energia que se dissipa e respinga em todos a sua volta. Ela deu a ele um lar, proteção, e muito amor, mas não teve a oportunidade de dar a ele a vida. E ele, com certeza, deu tudo isso de volta, retribuiu o carinho, mas teve a oportunidade de dar a ela, mais uma chance de viver.

Você acredita em destino?

Partilhar no Facebook
755 755 Partilhas

Fonte: muitofixe · Crédito foto: muitofixe