Dois amigos morrem no mesmo dia da mesma causa

Que tristeza ..

Partilhar no Facebook
119 119 Partilhas

Dois amigos morrem no mesmo dia da mesma causa

Dustin Manning e Joseph Abraham eram amigos que se conheciam desde a infância. Eles estavam na mesma escola, jogavam na mesma equipa de beisebol ... e eles morreram no mesmo dia, da mesma causa.

Dustin Manning morreu no dia 26 de maio, quando ele tinha apenas 19 anos de idade. Os paramédicos encontraram o seu cadáver em sua casa em Lawrenceville, Atlanta. O jovem morreu depois de consumir uma mistura de heroína e fentanil, a perigosa droga sintética que causa tantas mortes em todo o mundo.

"A quantidade de fentanil no seu corpo era o equivalente a três grãos de sal. Foi tudo o que precisou para matar um jovem de 90 quilos ", disse Greg Manning, pai de Dustin.

"Eu disse-lhe que iria acordá-lo cedo para ir trabalhar, e cheguei por volta das 5:45 para acordá-lo e, quando abri a porta, ele parecia estar amarrando os sapatos. Eu percebi rapidamente, eu toquei nele e ele estava frio ".

Menos de uma hora depois, os serviços de emergência receberam outra chamada de uma residência a poucos quarteirões de distância.

Dave e Kathi Abraham acabavam de encontrar o  filho de 18 anos, Joseph, sem vida, no chão.

"Assim que o vi, soube logo, corri e abracei-o mesmo sentindo que estava frio", disse a mãe à CNN.

Os dois jovens começaram a usar drogas no ensino secundário.

Joseph permaneceu viciado em drogas depois de tomar opiáceos para aliviar a sua dor ao extrair os seus dentes do siso, de acordo com os seus pais. Ele continuava a tomá-los quando duas tragédias o atingiram com força. Ele perdeu um amigo para o cancro e outro morreu afogado. Foi muito difícil para ele.

Dustin estava deprimido já aos 12 anos e começou a tratar-se com drogas sem ir ao médico. Ele conseguiu convencer os seus pais de que as drogas realmente o ajudavam com a sua depressão.

Ambas as famílias tentaram obter ajuda dos médicos mais tarde, mas ambos recusaram ajuda e afastaram-se dos seus pais.

O fentanil é uma praga que mata muitas pessoas a cada ano. É uma droga 50 a 100 vezes mais forte que a morfina e até uma pequena dose pode causar a morte. Em menos de 3 anos, o número de mortos aumentou em 540%.

Veja este vídeo da France 24 para saber mais. O Fentanyl é uma grande preocupação nos Estados Unidos e no oeste do Canadá, a droga está a fazer muitos estragos no Quebec, França e Alemanha em particular.

O consumo de Fantamil uma droga que é 50 vezes mais potente do que a heroína está a tornar-se comum e á chegou ao nosso pais. 

Esta droga que apenas é legal como analgésico de uso hospitalar, era consumida pelo cantor Prince e foi a causa da sua morte.

Em Lisboa esta droga já circula em em ‘afters’ (festas após o encerramento das discotecas).Esta droga está a atrair cada vez mais consumidores porque não prova excessos repentinos de energia associados ao ecstasy, nem o sentimento de omnipotência da cocaína.

Os consumidores que inalam ou injetam fentanil descrevem uma sensação de bem estar e de relaxamento. Alguns sentem contade de comer, beber ou fumar. 

Nos EUA em 2016 o consumo desta droga levou à morte de 20 mil pessoas, em média morrem cerca de quatro pessoas por dia devido a overdoses de fentanil.

O medicamento foi aprovado em Portugal em 1967, e apesar de não ser uma droga de fácil acesso o seu consumo tem vindo a aumentar: "É uma péssima notícia, pelos riscos que envolve. Em regra o acesso ao fentanil é muito controlado. Se aparece na noite pode ser uma de duas hipóteses: ou um desvio ou comércio pela Internet", explica Luís Patrício, fundador do centro de desintoxicação das Taipas à SÁBADO.

Partilhar no Facebook
119 119 Partilhas

Fonte: Ayoyemonde · Crédito foto: Ayoyemonde