Depois de seis abortos, o “bebé milagroso” de um casal morre como resultado da negligência de uma babysitter

Todos os detalhes no interior.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Nos Estados Unidos, um casal que teve que passar por seis abortos está agora a enfrentar um luto esmagador após a morte do seu "bebé milagroso". A babysitter teria abandonado o bebé num carro ao sol, o que teria causado a sua morte.

Foi no dia 17 de setembro às 13:30 que as autoridades confirmaram a morte da pequena Zariah depois do corpo dela ser encontrado em Hobbs, Novo México.

De acordo com o Departamento de Polícia de Hobbs, a babysitter de 41 anos, Tammie Brooks, teria recebido a pequena Zariah por volta das 6h30 no dia de sua morte.

Brooks mais tarde devia levar a criança a um centro de primeira infância, mas foi direta ao trabalho.

A polícia de Hobbs explicou que a menina de dois anos permaneceu no carro durante longas horas até Brooks perceber que nunca a levou ao centro da primeira infância.

As autoridades anunciaram que uma autópsia seria realizada no corpo da menina em Albuquerque.

Demi Petrowski, a mãe da menina, disse a um canal de notícias local: "Tive seis abortos antes de finalmente ter a minha filha. Lembro-me de orar todos os dias, sem parar, não queria esta dor nem para o meu pior inimigo ".

A mãe também confessou que teve que dar a trágica notícia ao pai da criança por telefone.

Obviamente, o pai chamado Zachary Hasheme está chocado e ele não consegue entender como esse erro poderia ocorrer: "Você pode esquecer de levar uma caneta consigo, mas ainda é assim difícil esquecer uma criança no carro ".

A babysitter foi acusada criminalmente em conexão com a morte trágica da pequena Zariah e atualmente está a aguardar julgamento.

Finalmente, os familiares dos pais organizaram uma campanha de financiamento coletivo para ajudá-los.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye