Chocante: A carta de despedida de um menino à mãe morta à pancada

Menino escreve carta emocionante à mãe

Partilhar no Facebook
520 520 Partilhas

Um menino inglês de apenas 8 anos está profundamente traumatizado com a morte da mãe. Ellia de 29 anos foi assassinada à pancada e o corpo queimado foi colocado dentro de uma mala.

O responsável por este crime foi um homem de 40 anos que matou a jovem matou a jovem à pancada com uma jarra de vidro. Em seguida, colocou o corpo dentro de uma mala e pegou-lhe fogo, tentando livrar-se das provas. Por fim enrolou o corpo parcialmente carbonizado num tapete que tinha em casa e abandonou-o na berma da estrada.

O homem depois de tentar acusar o senhorio acabou por confessar o crime, mas não revelou os motivos que o levar a matar a mulher.

Uma carta escrita pelo filho de Ellia na altura do funeral da jovem, foi lida em tribunal pela mãe da vítima.

"Para a minha mãe. Amo-te um milhão de vezes à volta do mundo. Tudo o que queria era que não tivesses morrido. Vou-me lembrar sempre de quando brincavas comigo e isso fazia-me feliz. Sei que agora és um anjo mamã e que vais sempre olhar por mim. Sinto-me muito triste mas vou ser corajoso. Com amor, Reece"

 "Nós não conhecemos o homem que fez isto à minha filha, nem porque o fez. Ele mudou tantas vidas de uma maneira tão terrível e duvido que alguma vez entenda isso. Tirou a mãe a uma criança de oito anos que agora pergunta ‘porquê’ e ‘como’. Diz que quer atirar tomates ao culpado e saber como se parece. Quer vê-lo e pediu-nos para lhe mostrarmos o local onde a mãe morreu. Tudo isto são perguntas que uma criança nunca deve ser obrigada a fazer", afirmou a avó de Reece em tribunal. 

Craig Procter foi agora condenado a prisão perpétua.

Partilhar no Facebook
520 520 Partilhas

Fonte: www.cmjornal.pt · Crédito foto: www.cmjornal.pt