Bebé de apenas dois meses morre engasgado com leite em Gaia

GNR está a investigar as causas da morte.

Partilhar no Facebook
468 468 Partilhas

Um bebé de dois meses falceu esta madrugada desta sexta-feira, engasgado com leite, na casa onde morava, em Crestuma, Vila Nova de Gaia. 

Os Bombeiros de Crestuma foram chamados imediatamente para darem assitência no local. 

Eles ainda realizaram as diversas manobras de reanimação ao bebé, que estava em paragem cardiorrespiratória, mas sem sucesso. 

O óbito foi declarado, por voltas das 06h00, ainda em casa. 

A GNR de Lever está a investigar as circunstâncias da morte.

Outras notícias:

Mãe da jovem menina vítima de bullying partilha texto emocionante

O bullying é uma praga que está a matar muitas vítimas em todo o mundo todos os dias.

Carrie Golledge, mãe de Tiverton, na Inglaterra, partilhou a foto da sua filha de seis anos, Sophia, no Facebook.

Sophia foi intimidada e sofreu tanto que acabou no hospital.

Carrie acompanhou a imagem com um texto que foi compartilhado quase 240.000 vezes e teve mais de 204.000 reações.

"Isto é o que o bullying faz... Esta é a minha filha de 6 anos, hospitalizada, devido ao bullying...", começou por escrever na legenda da fotografia onde a menina surge deitada numa cama.  A britânica, de 29 anos, pretendeu chamar a atenção para esta questão, dizendo que é preciso que este seja um tempo de mudança.

"Esta é minha filha que parou de comer, tem chorado até dormir e teve ansiedade tão severa que vomitou mais de 20 vezes numa hora durante a noite", continuou Carrie.  Para que mais nenhuma criança sofra desta forma, esta mãe pede que a história da menina seja partilhada: "Por favor, ajude-nos a partilhar a história dela. Vamos mostrar-lhe o apoio que a escola dela não deu".

Publicação traduzida na sua totalidade:

"Isto é o que o bullying faz ...

Aqui está a minha menina de 6 anos, hospitalizada, por intimidação ...

Esta é a minha filha com um coração tão grande que, apesar da sua 'doença', ela "não quer que ninguém entre em apuros" ...

Aqui está a minha filha que parou de comer, adormeceu, estava tão ansiosa que vomitou mais de 20 vezes numa hora durante a noite ...

Esta é a minha filha cuja "melhor amiga" abusou dela emocionalmente durante tanto tempo que ela pensou que era normal ...

Esta é a minha filha que foi hospitalizado e fez muitas viagens por causa da sua ansiedade ...

Aqui está a minha filha que foi criticado por "contar histórias na escola" ...

Esta é a minha filha que tem sido alvo de gozo na redes sociais por ter pais corajosos e por ter um coração tão puro ...

Aqui está a minha filha que, ao abordar os problemas da sua escola, nos disse: "São apenas crianças de 6 anos que agem apenas como crianças de 6 anos" ...

Esta é a minha filha a quem a escola disse que ela deveria ser a pessoa que devia ter vergonha e para se esgueirar por outra porta pela manhã ...

Esta é a minha filha a quem a escola falhou de tal maneira que a tivemos que mudar de escola...

Esta é a minha filha que é uma das muitas pessoas que passam por isto ...

Esta é a minha filhacuja história é distorcida e manipulada por aqueles que deveriam protegê-la na escola quando ela estava sob os seus cuidados ...

Esta é a minha filha que não quer que isto aconteça com mais ninguém. Portanto, esta é a história da minha filha que partilhamos, mas é uma das muitas vítimas ... demasiadas!

Por favor, nos ajude a partilhar a sua história. Vamos mostrar-lhe o apoio que a sua escola não lhe quis dar. "

Num comentário na sua publicação, Carrie agradeceu às pessoas e informou-as que Sophia está a melhorar agora.

"OBRIGADO MUITO PELAS MENSAGENS DE APOIO. Eu tenho sido inundadapor mensagens incríveis de pessoas que eu nem conheço e tento ler todas elas ... Vocês são incríveis. Estou lentamente a recuperar a confiança na humanidade, uma confiança que nos foi tirada nos últimos dois meses ", escreveu ela.

Partilhar no Facebook
468 468 Partilhas

Fonte: CM · Crédito foto: CM