Atenção! Fibromialgia está a afastar doentes do trabalho e da vida social!

Fique atento aos sintomas!

Partilhar no Facebook
149 149 Partilhas

Muitos doentes de fibromialgia não sentem necessidade de ir ao hospital numa fase inicial pois as dores começam de forma ligeira. No entanto a todo o tempo  pode ser incapacitante ao ponto de o paciente não conseguir trabalhar ou ter vida social.

"A seguir à dor, a fadiga é o segundo sintoma mais comum. Podem também haver insónias ou um sono não reparador, como se a pessoa acordasse cansada. E ainda alterações cognitivas, ao nível da memória e da concentração", explica o reumatologista Jaime Cunha Branco.

"O doente pode ter dias tremendos de dor e outros em que nem sequer precisa de analgésicos. Pode também ter um dia bom e à noite estar arrasado. Já a fadiga é mais constante", diz o médico.

Esta doença que pode trazer uma dor profunda não tem cura, mas pode ser tratada através de medicamentos e de exercício físico. Independentemente do tratamento, ao longo da vida, pode intensificar-se, estabilizar ou até deixar de se manifestar. 

Partilhar no Facebook
149 149 Partilhas

Fonte: www.cmjornal.pt · Crédito foto: www.cmjornal.pt