Alguma vez, ao acordar, não se conseguiu mexer?

Um fenómeno surpreendente entre os distúrbios do sono.

Partilhar no Facebook
803 803 Partilhas

Alguma vez, ao acordar, não se conseguiu mexer?

Já lhe aconteceu sentir que simplesmente não se conseguia mexer a meio da noite? Está escuro à volta mas apercebe-se da presença de alguém estranho… Surge o pânico dentro de si, quer gritar, mas não consegue. Também até sente alucinações auditivas e visuais… 

Nestes casos, não pense que está louco, está simplesmente a enfrentar um fenómeno chamado “paralisia do sono”. Não vale a pena ter medo nestas situações. Embora saibamos que estar nesta situação pode ser stressante… 

A paralisia do sono é um fenómeno surpreendente da atividade cerebral humana, que ocorre regularmente em cerca de 8% dos habitantes do planeta. Ela é caracterizada pelo facto de a pessoa perdera capacidade de contrair os músculos e realizar qualquer tipo de movimento por algum tempo. 

Esta condição pode durar desde uns segundos até vários minutos. Neste curto espaço de tempo a pessoa é incapaz de se mexer nem falar, no entanto, está plenamente consciente do que se está a passar com ela… 

Existem várias formas que podem ajuda-lo a sair deste estado. Por exemplo tossir ou fechar o punho. 

A paralisia do sono é uma consequência do facto de que o cérebro já está a acordar mas o corpo continua a dormir… 

Esta condição não é perigosa para a saúde humana. Só pode afetar o sono. 

A paralisia do sono pode ocorrer em qualquer fase do sono… 

Nesta situação, algumas pessoas ouvem claramente um sussurro ou têm uma sensação de afogamento, como se alguém estivesse sentado no seu peito.

Como pode ver, não há que ter medo deste estado. Só tem que descansar melhor e evitar situações de stress. 

____

O que achou deste artigo? Partilhe o seu ponto de vista nos comentários, e partilhe com os seus amigos e familiares nas redes sociais…

Se estiver interessado nas últimas noticias sobre a atualidade, sobre famosos, comédia, animais, lifestyle ou sobre noticias viriais, siga-nos na nossa página no facebook Vamos lá Portugal.

Não hesite em deixar a sua opinião sobre a publicação.

Partilhar no Facebook
803 803 Partilhas

Fonte: Qué pasada · Crédito foto: Qué pasada