Acusado de matar à facada manda beijo à mãe da vítima ao ser condenado a 11 anos e meio de prisão

João Pedroso foi considerado culpado do homicídio de Miguel Alves. Foi condenado a 11 anos e meio de prisão.

Partilhar no Facebook
444 444 Partilhas

Foi condenado hoje o jovem de 21 anos que estava a ser acusado de mater outro jovem em Lisboa, em outubro de 2017, depois de uma rixa entre dois grupos.

Ele foi condenado a 11 anos e 6 meses de prisão e terá que pagar uma indemnização à família da vítima de 76 mil euros. 

A família mostrou-se revoltada e indignada porque queria uma pena bastante superior.

Além do mais, o anúncio da decisão do tribunal fica marcado por um momento de provocação da parte do jovem condenado.

No final da leitura do acórdão, João Pedroso, o condenado, fez o gesto de atirar um beijo na direção da mãe da vítima, gesto que indignou a família de Miguel Alves, o jovem assassinado em 2017.

Partilhar no Facebook
444 444 Partilhas

Fonte: CM · Crédito foto: CM