Notícias : A mais pequena mãe do mundo morre aos 44 anos de idade.
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

A mais pequena mãe do mundo morre aos 44 anos de idade.

Ela morreu depois de dar vida a milagres

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
636 636 Partilhas

A mãe mais pequena a viver neste planeta morreu aos 44 anos de idade após levar uma vida notável.

Stacey Herald, que tinha apenas 70 cm de altura, nasceu com um problema genético extremamente raro chamado Osteogenisis Imperfecta.

A morte de Stacey será sentida pelo seu marido, Will, de 35 anos, e duas meninas de 11 e 10 anos de idade, Kateri e Makya, e seu filho de 8 anos, Malachi.

A família morava junta numa casa no Kentucky.

Quando ela estava grávida, os médicos de Stacey avisaram que, se o bebé ganhasse muito peso dentro da barriga, ela poderia ter problemas ao nível dos pulmões e do coração, o que poderia ter causado a sua morte.

No entanto, apesar dos avisos dos médicos, Stacey decidiu ter o filho e, além de ter conseguido dar à luz ela ainda teve dois outros bebés depois!

No entanto, entre os seus três filhos, Kateri e Malachi infelizmente herdaram a doença genética de Stacey. A mãe e o marido esperavam poder evitar esse destino, mas a natureza decidiu o contrário.

Após o parto prematuro de 8 semanas de Malachi, Stacey teve que ter 34 pontos no estômago. Era o 28 de novembro de 2010.

Na época, a mãe partilhava a sua felicidade por ter sido capaz de dar à luz um bebé tão bonito, admitindo que tudo o que queria agora era ficar com ele. O pequeno Malachi que nasceu com a mesma doença genética da mãe nasceu surpreendentemente sem sequer partir um único osso, o que é extremamente raro em pacientes que sofrem deste problema.

Dado o tamanho muito pequeno de Stacey, ela teve que confiar fortemente na colaboração do seu marido Will. Além disso, como Stacey precisava usar uma cadeira adaptada, havia muitas tarefas que ela não podia fazer com os seus bebés.

Além disso, como Makya não herdou a doença da sua mãe, a menina já era mais alta que a sua mãe quando tinha 2 anos de idade. Assim, Stacey teve que confiar no seu marido para dominar a menina.

Finalmente, vamos enfatizar que a história de Stacey nos mostrará que tudo é possível na vida e a sua coragem terá inspirado muitas pessoas.

Partilhar no Facebook
636 636 Partilhas

Fonte: DailyMail
Crêdito foto: Courtoisie

Goste/partilhe