“A Igreja que venda os bens para ajudar os pobres”, diz Papa Francisco

Todos os detalhes no interior.

Partilhar no Facebook
19,611 19.6k Partilhas

Papa Francisco sugeriu que a Igreja Católica vendesse os seus bens para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Para o pontífice, a instituição religiosa deve estar “a serviço dos pobres” e que a possível venda não pode ser vista como um “escândalo”.

O discurso do Papa Francisco faz parte de uma série de mensagens aos participantes de um congresso sobre gestão de bens culturais eclesiásticos e a cessão de lugares de culto, comandado pelo Pontifício Conselho para a Cultura e pela Conferência Episcopal Italiana (CEI).

“Bens culturais são voltados às atividades de caridade desenvolvidas pela comunidade eclesiástica. O dever de tutela e conservação dos bens da Igreja e em particular dos bens culturais, não tem um valor absoluto, mas em caso de necessidade eles devem servir ao bem maior do ser humano e especialmente a serviço dos pobres”, pontuou.

..Francisco diz que a atitude deve ser tomada em caso de emergência..

Jorge Bergoglio justifica ainda que a Igreja deve se adaptar aos novos tempos. “Elas [igrejas] não são mais necessárias por falta de fiéis ou padres ou por mudanças na distribuição da população nas cidades e zonas rurais deve ser vista como um sinal dos tempos que nos convida a uma reflexão e nos impõe uma adaptação”.

Contudo, para o líder religioso católico, a atitude deve ser adotada apenas como última opção. “Não deve ser a primeira e única solução”.

Partilhar no Facebook
19,611 19.6k Partilhas

Fonte: https://www.hypeness.com.br/ · Crédito foto: https://www.hypeness.com.br/