3 filhas suspeitam que asilo está a maltratar a sua mãe – uma câmara escondida revelou cenas chocantes

As imagens fazem-me ferver o sangue.

Partilhar no Facebook
1,301 1.3k Partilhas

3 filhas suspeitam que asilo está a maltratar a sua mãe – uma câmara escondida revelou cenas chocantes

As 3 filhas de uma mulher idosa de 71 anos tinham sempre uma má impressão quando iam visitar a sua mãe no asilo.

Isto durou algum tempo, antes de pensarem em esconder uma câmara. O objetivo era descobrir se ela estava mesmo a ser maltratada, como suspeitavam.

Assim fizeram, de acordo com o Daily Mirror, e descobriram mais do que esperavam. O que a câmara captou é chocante.

As três irmãs suspeitavam de algo errado no asilo da mãe. Joy sofre de Alzheimer e Parkinson, e não conseguiam obter uma resposta através dela.

Contudo, elas sabiam que algo estava errado pois ela dizia que os empregados não gostavam dela. Ficaram alarmadas, por isso decidiram seguir o seu instinto.

A ideia

Juntaram-se e conseguiram esconder uma câmara no quarto da mãe. O que conseguiram filmar provou mais do que imaginavam.

Nas gravações, os empregados são vistos a arrastá-la pelo chão. A mulher de 71 anos chega até a chorar, mas não é ouvida.

Foi a irmã do meio, Kelly, que comprou uma câmara de relógio por 85£ na Amazon. Ela explicou: “Senti-me tão culpada e nervosa ao colocar a câmara. Disse aos empregados que a ia ajudar com a confusão antes de se deitar. O que ela captou foi chocante. Quem trata pessoas daquela forma é uma criatura. Ao ver as filmagens, e a mãe a chorar, ficamos realmente tristes.”

A certas alturas no vídeo, Joy pede para ir à casa de banho, mas é ignorada. Os empregados nunca a ajudam e deixam-na a chorar e sozinha. 

Os maus tratos neste caso ocorreram em Brookside House Care Home em Jacksdale, Nottinghamshire, na Grã-Bretanha, e três empregados foram culpados. Quando as filmagens surgiram eles não conseguiram explicar as suas ações e foram despedidos. Foram também condenados a serviço comunitário, mas conseguiram fugir à prisão com penas suspensas.

“Estamos tristes pelas penas terem sido suspensas. Eles admitiram o que fizeram”, disse a filha mais velha, de 47 anos, Teresa Bestwisk.

Fico furioso ao ouvir coisas como esta, e a pior parte é que muitos idosos sofrem assim. Partilhe para espalhar a mensagem. Ajude-nos a acabar com este tipo de abuso no futuro.

Partilhar no Facebook
1,301 1.3k Partilhas

Fonte: Newsner · Crédito foto: Newsner