29 idosos amarrados, torturados e violentamente agredidos por grupo de jovens assaltantes

Que a justiça tenha mão pesada para este caso.

Partilhar no Facebook
646 646 Partilhas

Cinco jovens, com idades entre os 22 e os 28 anos, foram detidos pela Polícia Judiciária suspeitos de várias agressões e assaltos violentos, durante os últimos meses, na zona centro do país. Os detidos serão presentes a tribunal.

"Nunca vimos tanta violência gratuita contra pessoas tão vulneráveis e frágeis", desabafou Valter Constantino, o coordenador da diretoria do Centro da PJ, responsável por esta operação.

A Polícia Judiciária, revelou  em comunicado, que os criminosos atuaram encapuzados e arrombaram portas e janelas de habitações isoladas, durante a noite. Eles usaram bastões e todo tipo de armas brancas para agredir idosos e roubá-los.

Uma das vítimas que foi atacada em junho continua internada no hospital, hoje em setembro. 

Segundo o comunicado, as queixas por crimes de roubo, sequestro e um homicídio, começaram a surgir em fevereiro, tendo todas acontecido na zona centro: Marinha Grande, Pombal, Leiria, Coimbra e Figueira da Foz.

Os suspeitos atacavam com as caras tapadas, durante a noite. Segundo a PJ, os idosos eram surpreendidos pelo assalto e eram agredidos de forma gratuita, sendo posteriormente amarrados.

Uma mulher de 85 anos foi de tal forma agredida que não resistiu aos ferimentos e acabou por perder a vida, isto ocorreu no passado mês de Julho em Pombal. Noutro caso, uma das vítimas foi agredida durante mais de uma hora e meia e, devido aos ferimentos, ainda está internada no hospital sem conseguir falar, devido às lesões na cabeça.

A operação da PJ teve o nome de código “Operação Sénior” e incidiu sobretudo na zona do litoral do país, entre Figueira da Foz e Marinha Grande.

A GNR e a PSP, colobararam com a PJ e detiveram quatro homens suspeitos dos crimes de roubo violento e, um quinto elemento, suspeito de tráfico de estupefacientes, que foi apanhado em flagrante.

Durante a recolha de provas, foram também encontrados e apreendidos vários objetos e documentos relacionados com os crimes praticados pelos suspeitos.

Partilhar no Facebook
646 646 Partilhas

Fonte: bombeiros24.pt · Crédito foto: bombeiros24.pt