Uma mulher que odiava o seu móvel azul descobre que ele na verdade é ... cinzento!

Todos os detalhes no interior.

Partilhar no Facebook
184 184 Partilhas

Uma mãe que passou três anos a odiar um pequeno armário que comprou porque a cor não combinava bem com o resto do conjunto descobriu que a peça de mobiliário estava realmente coberta por uma película protetora azul e que ele era cinzento na realidade.

A mulher de 35 anos chamada Kayleigh Greer diz que fez a compra do móvel por cerca de US $ 150. Na época, ela queria usá-lo como um suporte de TV para ela e para o seu marido Darren no quarto.

A mulher que mora em Stevenage, Hertfordshire, diz que, quando o comprou, perguntou aos funcionários da loja se ela podia ter um igual em cinzento para ficar bem com a sua decoração. 

Infelizmente, o móvel em questão foi vítima da sua popularidade e só restava um e era azul.

Kayleigh fez assim uma cruz no seu projeto de ter uma decoração perfeita. 

Ao colocar os móveis no quarto, o parceiro notou que uma película protetora parecia cobrir o topo, mas o casal decidiu deixar a película no lugar, dizendo que ela iria proteger a superfície em que seria instalada a televisão. 

3 anos depois, Kayleigh estava realizar trabalho doméstico como fazia regularmente, mas desta vez, por algum motivo inexplicável, de repente decidiu remover o plástico que cobria o móvel. 

No momento seguinte, Kayleigh ficou em choque.

Todo este tempo, o móvel que ela odiava era na verdade da cor que ela queria. 

Claro, isso pode parecer trivial para muitas pessoas, mas nem sequer nos atrevemos a imaginar o sentimento engraçado que deve ter invadido Kayleigh percebendo que durante todos estes anos, ela teria apenas que remover o filme plástico para ficar totalmente satisfeita!

Que situação engraçada do destino!

Partilhar no Facebook
184 184 Partilhas

Fonte: Maisonsetc · Crédito foto: Maisonsetc