Previna o mal de Alzheimer com 5 atitudes.

Não é só culpa do destino: 5 medidas que previnem o mal de Alzheimer.

Partilhar no Facebook
336 336 Partilhas

O número de pessoas que sofrem da doença de Alzheimer é assustador. Atualmente ela afeta 46,8 milhões de pessoas no mundo (esse número deverá dobrar em 20 anos).

Os sintomas são basicamente falhas na memória, problemas com orientação e fala, assim como alteração da personalidade. Mas médicos dizem que se você fizer as escolhas certas, você pode reduzir as chances de desenvolver o mal de Alzheimer. 

1. Socializar

O cérebro precisa de estímulos cognitivos, passar algum tempo na companhia de familiares e amigos é mais importante do que pode pensar, você precisa conhecer pessoas novas e estar sempre disposto a conversar.

2. Aprender coisas novas 

É uma maneira de manter o cérebro saudável. Aprenda novos ofícios e desenvolva aquelas que você já trabalha. Aulas de idiomas, música, isso tudo ajuda muito.

3. Trabalho contra fatores de risco

Você deve combater: Colesterol alto, pressão alta, estar acima do peso e o nível de açúcar alto. Esses fatores causam danos no coração e nas artérias com o passar do tempo. O que muitos não sabem é que a depressão pode aumentar a possibilidade de desenvolver a doença, então, é fundamental cuidar da saúde mental.

4. Vida saudável 

A Universidade de Columbia em Nova York mostrou que comer de maneira saudável e se exercitar regularmente pode reduzir o risco de desenvolver Alzheimer em 60%. Você deve: Incluir ácidos graxos ômega 3 na sua dieta, eles aumentam a performance cognitiva e ajudam a te proteger de desenvolver doenças cardíacas.

Pode seguir a dieta Mediterrânea, pois é rica em frutas, vegetais, oleaginosas e produtos integrais. Troque manteiga ou margarina, por azeite extra virgem.

Consumir pequenas porções de laticínios, peixes e aves.

Carne vermelha só algumas vezes ao mês.

Beber um copo de suco de uva todo dia ajuda na prevenção contra problemas cardíacos.

Exercícios regulares.

Dançar é bom para estimular diferentes áreas do cérebro.

5. Não fumar 

Pesquisas mostraram que os fumantes possuem falha na memória considerável apenas cinco anos após dar início ao hábito. E o hábito aumenta a probabilidade de desenvolver Alzheimer. Isso acontece porque fumar causa danos aos seus pulmões e artérias, reduzindo o suprimento de oxigênio no cérebro.

A doença aparece mais em pessoas que já estão em processo de envelhecimento e é incurável, e acomete mais mulheres do que homens. Mas não custa seguir essas dicas para evitar uma doença tão triste, não é mesmo?

Partilhar no Facebook
336 336 Partilhas

Fonte: Cuide-se · Crédito foto: Cuide-se