“O dia em que uma mulher para de pedir carinho é o dia em que ela não quer mais lutar...”

Um testemunho importante.

Publicado por Vamos lá Portugal em Lifestyle
Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Este texto foi retirado da página Love What Matters. Uma mensagem dirigida a todos os homens que todos os casais devem ler para lembrar o essencial.

"Você sabe o que as mães realmente querem? Claro, as flores são lindas e os presentes são especiais, mas o que queremos é bem simples ...

Queremos ser vistas e queremos ser escolhidaos.

Este brinquedo que pegamos, a refeição que preparamos, esse lanche noturno, a troca de papel higiénico e o reabastecimento de sabão. Os compromissos que fazemos, as atividades que criamos. Os esforços que fazemos para fazer o dia correr como planejado. Queremos que tudo isso seja visto. Queremos que isso seja notado. Para ser apreciado.

Quando pedirmos ajuda e você acha que é assédio, reserve um tempo para pensar que precisamos de si. Precisamos de si na nossa equipa. Se você vir essa bagunça no chão, não espere que ela a pegue, não espere até que perca a paciência. Ajude-a. Ela precisa de si . Troque a lâmpada quando você diz que vai fazê-lo. Ao fazer o que você diz, você ganhará a confiança dela.

Se lutamos pelo seu amor, se lhe dizemos que querem abraços, queremos passar tempo consigo, precisam que você nos escolha, tome isso como um sinal de que o amamos muito e que você foi escolhido. O dia em que uma mulher pára de pedir o seu carinho é o dia em que ela não quer mais brigar. Reveja seus esforços e escolha-a.

Não espere até que as crianças tenham 18 anos para fazê-lo, faça-o agora. Ajude-a pela sua beleza, pela sua risada que você tanto amava, lembre-a dessas coisas que fez você se apaixonar por ela. Ajude a mulher por quem você se apaixonou.

Quando ela tentar lhe contar uma coisa e as crianças saltarem nela sem deixá-la falar, mostre-lhes o exemplo pedindo que esperem. Ensine-os que sua voz é importante e merece ser ouvida. Desligue o telefone, veja e ouça.

Mostre-lhe que você está do lado dela, que se ela agir loucamente e disser que quer ir para a lua, seja a pessoa que a ajudará a construir um foguete. Seja amigo dela. Seja o apoio dela. Faça parte da equipa dela.

Segure a mão dela, quando ela estiver no seu melhor e mesmo quando estiver no seu pior, mental ou fisicamente, e observe-a.

Ajude e escolha. Através dos altos e baixos e no meio. Através de maus e bons tempos. O cansativo e o divertido. Escolha-a a cada segundo, a cada minuto e a cada dia. "

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye
Crédito foto: Ayoye