ÚLTIMA HORA: Autópsia de Eduardo Beauté não descarta possibilidade de suicídio

Todos os detalhes no interior.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Há um novo volte-face no mistério que envolve a morte do conhecido cabeleireiro. Ao contrário do que foi divulgado, parece que, afinal, o exame post mortem não foi conclusivo.

Quando saiu a notícia da morte de Eduardo Beauté houve rumres que se podia ter tratado de suicídio, dado que o cabeleireiro atravessava uma fase difícil da sua vida.

O fim do relacionamento com Luís Borges e uma situação profissional mais instável com algumas dificuldades financeiras à mistura, acabaram por mergulhar Beauté num estado depressivo muito preocupante. Contudo, parecia que estava a recuperar e a tese de suicídio acabou por não fazer muito sentido e os rumores foram rapidamente descartados.

A tese de suícidio ficou ainda mais descartada depois da divulgação dos resultados da autópsia apontavam para uma morte por causas naturais. Eduardo teria morrido na sequência de uma embolia cerebral.

A TVI avança agora que, afinal, os "resultados da autópsia foram inconclusivos". Garante que, mesmo depois do exame 'post mortem', as causas da morte de Eduardo Beauté ainda estão por apurar.

"A TVI sabe que os resultados da autópsia foram inconclusivos e que a hipótese de suicídio, que a morte por causas naturais continuam em cima da mesa" afirma a estação de televisão.

""Só a toxicologia poderá adiantar mais detalhes, mas os resultados poderão demorar cerca de um mês a serem apurados. A única certeza é que não houve intervenção de terceiros, ou seja, está completamente posta de parte a hipótese de crime".

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Flash · Crédito foto: Flash