UI... Será esta a derradeira prova da zanga entre Cristiano Ronaldo e Dolores Aveiro?

Mãe e filho zangados? Tudo indica que sim

Partilhar no Facebook
232 232 Partilhas

UI... Será esta a derradeira prova da zanga entre Cristiano Ronaldo e Dolores Aveiro?

Cristiano Ronaldo voltou a ser motivo de orgulho, para o Portugal e acima de tudo para os seus familiares. Na passada quinta-feira, CR7 voltou a receber o prémio de Melhor Jogador do  Ano e Melhor Golo.

Dolores Aveiro, é conhecida por ser uma mãe babada, mas desta vez não se prenunciou sobre esta vitória do filho.  Relembramos que Dolores Aveiro, orgulhosa, felicita sempre o filho pelas redes sociais.

A matriarca Aveiro, não passou as épocas festivas junto de Cristiano Ronaldo e dos netos mais novos. Passou na madeira com os outros filhos e netos. 

Foi no Dubai que Cristiano Ronaldo recebeu o novo ano, ao lado de amigos, da sua companheira e de Cristianinho. Dolores Aveiro que faz anos no dia 31 de Dezembro  comemorou a data sem o seu filho. 
 
Segundo fonte próxima do clã madeirense, mãe e irmãs de CR7 queixam-se de que "Cristiano já não é o mesmo" e atribuem as culpas por essa mudança a Georgina Rodríguez. 

Outros artigos:

Cristiano Ronaldo revoltado com insultos racistas a Koulibaly

Cristiano Ronaldo condenou atitude dos adeptos do Inter

Nesta quinta-feira, Cristiano Ronaldo associou-se à onda de protestos em Itália contra os atos racistas no futebol. O jogador condenou nas redes sociais os atos contra o jogador Kalidou Koulibaly, que foi alvo de cânticos racistas no jogo Inter-Nápoles.

"No mundo e no futebol desejo sempre educação e respeito. Não ao racismo ou a qualquer ofensa e discriminação", escreveu CR7.

Aos 81 minutos o jogador foi expulso com dois cartões amarelos seguidos. Esteve durante toda a partia a ouvir cânticos racistas da parte dos adeptos do Inter o que o terá deixado tenso ao longo do jogo.

O treinador e chegou a pedir a suspensão do jogo devo aos cânticos. Não teve sucesso, mas já avisou:"Se nada fizerem, da próxima vez abandonamos o relvado", disse à imprensa após o encontro. 

No Twitter, o jogador fez uma declaração sobre o racismo que sofreu em campo. "Peço desculpa pela derrota e por ter deixado os meus irmãos em campo sem mim, mas tenho orgulho na minha cor, em ser francês, senegalês e napolitano. Sou homem", escreveu o central de 27 anos de idade.

Cristiano Ronaldo esclarece todas as dúvidas sobre casamento com Georgina

Cristiano Ronaldo fez revelações inéditas

Numa entrevista ao Tuttosport, Cristiano Ronaldo falou sobre estes primeiros meses ao serviço da Juventus. Mas não só, ainda fez algumas confidencias sobre a sua vida pessoal.

Uma das confidências está relacionado com o tão esperado casamento. Cristiano Ronaldo afirmou que não está nos planos casar para já. O facto de ir a igrejas nada tem a ver com casamento, mas sim porque é católico e gosta de ir uma vez por semana à igreja:

«Eu explico tudo. Vou à igreja todas as semanas. Sou católico e vou agradecer a Deus pelo que me dá. Não peço nada, graças a Deus tenho tudo, simplesmente agradeço-lhe por proteger a minha família, os meus amigos. Mudo de igreja todas as semanas, porque em Turim posso escolher. Um paparazzo viu-me uma vez e pensou que me ia casar. No futuro não sei se vai acontecer, mas agora não está nos meus planos» explica, acabando assim com os rumores de casamento.

Cristiano Ronaldo tem uma ligação bastante forte com o seu filho mais velho, Cristianho.  «O Cristianinho sabe que o pai é uma estrela?», questionou o jornalista. 

«O Cristiano tem noção da minha fama. Joga na Juventus, sente essa a pressão. Mas fica feliz por o pai ser uma estrela. Às vezes pede-me: 'posso levar dois amigos italianos lá a casa?'. Digo-lhe que sim, mas depois avisa-me: 'tens de lá estar, porque querem tirar fotos contigo.' Tudo isto faz parte do meu papel de pai. O Cristianinho quer ser como eu, os outros são muito pequenos, mas vão sentir essa pressão cedo» afirma.

Nesta entrevista a relação com os fãs também foi abordada. Cristiano Ronaldo é uma estrela mundial, mas isso tem algumas desvantagens. A privacidade é uma delas. É constantemente abordado na rua, há pessoas que chegam a sair dos carros para tirar uma foto. O jogador diz que teve de arranjar formas de lidar com a pressão:

«Tento ser gentil com todos à minha volta, mas às vezes é difícil, especialmente em Itália. As pessoas, às vezes, veem-me nos semáforos e, se me reconhecem, param o carro e vêm tirar uma foto. Não sou a melhor pessoa do mundo, mas tento ser respeitoso, especialmente com as crianças. As crianças são especiais, inocentes

Partilhar no Facebook
232 232 Partilhas

Fonte: www.flash.pt · Crédito foto: www.flash.pt