Polémica! As mensagens 'secretas' de Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira

Cristina e Goucha a amizade inabalável

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Polémica! As mensagens 'secretas' de Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira

Goucha e Cristina estão em canais opostos, mas a guerra de audiências parece estar a passar ao lado dos antigos companheiros. Apesar de Cristina Ferreira ser líder das manhãs em Portugal, o apresentador do "Você na TV" e a aparentadora da SIC  trocaram mensagens e comunicam-se com regularidade.

"Eu adoro a Cristina. Não há guerra nenhuma entre mim e a Cristina. Falamos um com o outro regularmente. Trocamos mensagens regularmente. Digo que a adoro", garantiu Manuel Luís Goucha.

A questão das audiências não é assunto falado entre os apresentadores: "Falamos pouco de audiências. É tão evidente que estou a perder e que ela está a ganhar que não vale a pena. É o jogo da vida. Ora se perde, ora se ganha. Já ganhei muito, já perdi muito. agora estou a perder. Vou a jogo todos os dias com a mesma energia", referiu ainda o apresentador da TVI no último '5 Para a Meia Noite'.

Apesar da amizade entre os apresentadores se manter intocável, a verdade é que a dupla não se reúne há cerca de 9 meses, pelo menos que o tenham partilhado nas respetivas redes sociais.

A última partilha aconteceu setembro de 2018, durante um almoço no Hotel Ritz, em Lisboa. Um acaso, segundo Cristina Ferreira explicou na altura: "Almoçamos por acaso. Festejámos o meu aniversário por acaso.  Somos felizes. Isso é que já não é por acaso. É porque gostamos mesmo um do outro."

Outros artigos:

Em lágrimas, fã de Manuel Luís Goucha faz pedido sentido

Durante o programa Você na TV, Manuel Luís Goucha foi surpreendido com um pedido de uma fã, que estava bastante emocionada.

"Eu gostava muito de poder falar com o senhor", disse, notando-se que estava a chorar.

O apresentador questionou se queria vir ao programa, mas tendo em conta que a senhora é de Braga não é possível essa deslocação. 

"Gostava muito de o conhecer e era a melhor prenda de aniversário que podia ter", ressalvou.

Goucha prometeu que quando visitar a cidade - algo que deverá acontecer para breve - lhe telefona para marcar então o desejado encontro.

Manuel Luís Goucha defende Cristina Ferreira em público 

Cristina Ferreira tem sido alvo de muitas críticas depois de ter entrevistado Maria das Dores,  a socialite condenada a prisão por ter mandado matar o marido.

Esta entrevista gerou tanta polémica que a apresentadora sentiu necessidade de justificar-se no Instagram, afirmado que o facto de ter ouvido a sua versão não a torna inocente: 

«Ouvir uma assassina não é torná-la inocente. Maquilhar uma assassina não é torná-la inocente. Respeitar a dignidade do ser humano não é torná-lo inocente. Refletir, pensar, equacionar, perceber como funciona a mente, é evoluir», escreveu Cristina.

Foi nesta publicação que Goucha fez questão de deixar uma mensagem à antiga companheira de televisão, mostrando que está ao seu lado.

«Se fosse a Oprah a tê-la entrevistado já seria a maior!», escreveu o apresentador da TVI. Cristina Ferreira apreciou este gesto de Goucha e respondeu-lhe, também através da mesma rede social: «Tanta vez falamos do sítio onde se vive e nasce. E do tanto por fazer. E do que que nunca tivemos medo de fazer. Quando sabemos do nosso caminho ninguém nos desvia».

Uma fã não se mostrou contente com a comparação com Oprah Winfrey e referiu que a apresentadora norte-americana «é uma mulher inteligente e verdadeiramente influente pelo que não enveredava por estes caminhos». 

Manuel Luís Goucha entra novamente em defesa de Cristina Ferreira e responde: «Desculpe, mas vi vezes sem conta a Oprah a entrevistar reclusos, até pedófilos»

No entanto, alguns seguidores recordaram que Cristina Ferreira criticou o veterano apresentador da TVI, numa situação semelhante: “Mas a Cristina criticou-o a si quando levou o Mário Machado.

Relembramos que Maria das Dores mandou matar o marido, o empresário Paulo Cruz, em 2007. Foi condenada a 23 anos de prisão. «Acho que tudo o que me aconteça de mal, eu mereço. E mereci», revela Maria das Dores, na referida entrevista, feita na prisão.

«Quando entrei na prisão, houve um processo de negação; depois a expectativa de visitar o meu filho [Duarte, fruto do casamento com o empresário]; a seguir continuei num processo de negação. Dizia para mim mesma que nada tinha acontecido, que estava ali por engano. Três, quatro anos depois, comecei a aperceber-me de que, na realidade, tinha causado uma catástrofe. Tinha vitimizado muita gente. E tinha sido a causadora daquilo tudo. E aí comecei a sofrer, a aperceber-me do porquê. E a fazer introspeções atrás de introspeções (…) Encontrei a resposta. Se bem que é uma resposta que não é por mim aceite. Porque ninguém tem o direito de tirar a vida a ninguém. E isso, nunca me vou desculpar. E não vou desculpar-me também de o meu filho não ter crescido com o pai e com a mãe».

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: www.flash.pt · Crédito foto: www.flash.pt