‘O Programa da Cristina’: Liliana quis ocupar lugar de Cláudio e acabou por ser arrasada!

Liliana tira o lugar a Cláudio Ramos

Partilhar no Facebook
20 20 Partilhas

‘O Programa da Cristina’: Liliana quis ocupar lugar de Cláudio e acabou por ser arrasada!

Cristina Ferreira esta de férias e deixou o seu programa ao cuidado de Cláudio Ramos que tem sido alvo de muitos elogios, conseguindo manter as elevadas audiências. 

Porém, a sua ausência tem sido notada no "Passadeira Vermelha" e por isso os seus "amigos" foram até casa da Cristina para por a conversa em dia.

Liliana Campos ocupou o  o lugar destinado a quem é responsável pela condução do programa e foi muito criticada nas redes sociais.

O vizinho não tem tido tempo de pôr os assuntos cor-de-rosa em dia… Por isso, a ‘Passadeira Vermelha’ invadiu a ‘Casa’ da Cristina”, lê-se na legenda de uma publicação feita na conta de Instagram do formato matinal da SIC. 

Os internautas não hesitarem em manifestar a sua opinião:

Não gostei da atitude da Liliana. Neste programa, não é ela a apresentadora, mas sim o Cláudio”, “Achei um momento sem lógica! A Liliana fez questão de se sentar na cadeira do responsável do programa, o Cláudio. Achei uma atitude de prepotência. Não consegue perceber que o Cláudio é o Cláudio! Ali, o lugar dele é de superior, o responsável” ou “A Liliana não chega ao chinelo da Cristina, só tem manias” são algumas das mensagens que foram escritas na caixa de comentários desse mesma publicação.

Outros artigos:

Liliana Campos confessa dificuldades econômicas

Liliana Campos esteve recentemente no programa "Júlia" onde falou das dificuldades que passou quando foi cuidadora informal da mãe.

A apresentadora do "passadeira vermelha" foi cuidadora informal da mãe durante vários anos. A mãe morreu há três anos e Liliana falou sobre esta experiência de forma a dar visibilidade as cuidadores, já que os apoios dados a estas famílias não são suficientes para fazer face às despesas. 

A apresentadora confessou que passou dificuldades para proporcionar à mãe os cuidados que esta necessitava. As despesas eram muitas e como em tantas outras famílias, muitas vezes, o dinheiro não chegava até ao final do mês.

Quando a sua mãe sofreu um AVC e ficou acamada o seu irmão estava numa fase de divórcio e desempregado, passando a ser cuidador informal da mãe a 100%. “Quantas vezes chegava ao final do mês sem dinheiro. O meu irmão não estava a trabalhar e os custos com uma pessoa acamada são muito elevados. Os produtos são caríssimos”, explica Liliana.

Sempre que podia a apresentadora repetia o mesmo percurso, tentando aliviar as despesas o máximo possível: resguardos na Santa Casa da Misericórdia; suplementos proteicos na Liga de Amigos do Hospital Garcia de Orta; fraldas e cremes em supermercados ou parafarmácias com as promoções mais competitivas.

Perante o desespero familiar, Liliana Campos refugiou-se no trabalho: “O Passadeira Vermelha foi um presente que apareceu na minha vida. Era um escape”, recorda. 

O que achou deste artigo? Partilhe o seu ponto de vista nos comentários, e partilhe com os seus amigos e familiares nas redes sociais…

Se estiver interessado nas últimas noticias sobre a atualidade, famosos,comédia, animais, lifestyle e noticias viriais, siga-nos na nossa página de  facebook https://www.facebook.com/vamos...

Deixe a sua opinião sobre a publicação.

Partilhar no Facebook
20 20 Partilhas

Fonte: www.atelevisao.com · Crédito foto: www.atelevisao.com