Nickols de 15 anos acordou a gritar, agora a sua família avisa outras pessoas acerca desta partida mortal

Isto é muito perigoso.

Partilhar no Facebook
1,600 1.6k Partilhas

Nickolas Conrad, um rapaz de 15 anos que vive em Arkansas, acordou subitamente a meio da noite com uma sensação de arder no pescoço, como se estivesse em chamas.

O ardor era intenso, mas ele não estava em chamas; foram os seus “amigos” que lhe pregaram uma partida. Mas esta não foi uma partida qualquer, foi algo muito mais grave.

Nickolas disse:

“Eu só quero que eles me deixem em paz. Já não os considero meus amigos, e não vou mudar de ideias”.

Foi chamado por alguns de “o desafio da água quente”, que consiste em derramar água a ferver em pessoas que não estão à espera...

A notícia acerca desta nova “moda” que se está a espalhar pela internet, já está a ser divulgada para que todos fiquem atentos. 

Nickolas foi vítima desta nova “moda” ridícula.

Numa noite, depois de Nickolas ter adormecido, os seus “bons amigos” esgueiraram-se para ir buscar água a ferver de um micro-ondas. Quando a verteram em Nickolas ela estava a uma temperatura elevadíssima.

Nickolas disse:

“Eu senti uma sensação muito má de ardor no meu pescoço e quando acordei comecei a gritar e a chorar. Foi a pior dor da minha vida”.

Os “amiguinhos” de Nickolas já o tinham queimado uma outra vez com um isqueiro, e ele só queria que o deixassem em paz! Ele disse:

“Eu só quero que eles me deixem em paz. Já não os considero meus amigos, e não vou mudar de ideias”.

Nickolas não está sozinho e existem outros que sofreram queimaduras muito graves nesta nova “moda” estúpida. Uma criança de 11 anos chamada Jamoneisha Merrit, ficou com a cara queimada quando os seus também chamados “amigos” lhe atiraram água a ferver.

Na Flórida uma rapariga de 8 anos faleceu porque tentou uma outra versão do desafio – o seu primo desafiou-a a beber água a ferver por uma palhinha. Alguns meses depois ela acabou por morrer devido aos ferimentos graves que sofreu.

Diana Johnson, a tia da criança que morreu, está agora a tentar criar atenção à volta do assunto para que todos fiquem a conhecer as graves consequências desta “moda” em ascensão.

Diane disse:

“Pais, falem com as vossas crianças acerca destes desafios. Não lhes deem simplesmente um telemóvel para as manter entretidas. Tenham atenção ao que elas fazem”.

Isto tem mesmo que acabar. Por favor partilhe este artigo para chamar atenção para o assunto da forma que puder, para que todos os pais possam falar com as suas crianças acerca do quão perigoso isto é realmente!

Partilhar no Facebook
1,600 1.6k Partilhas

Fonte: Bored Daddy · Crédito foto: Bored Daddy