Manuela Moura Guedes arrasa José Socrates e revela “manipulações” de políticos!

Jornalista denúncia interesses políticos do atual primeiro ministro

Partilhar no Facebook
2,761 2.8k Partilhas

Manuela Moura Guedes foi afastada do jornalismo há 8 anos por "culpa" de José Socrates.

A jornalista fez um post nas redes sociais onde desabafa a injustiça que sentiu. Tudo se passou durante a sua passagem pelo 'Jornal Nacional de 6ª feira' da TVI, a jornalista noticiou várias investigações sobre o então primeiro-ministro, o que levou ao seu afastamento. Manuela fala do situação de "injustiça" que considera ter vivido. "Agora talvez percebam o sentimento de injustiça com que tenho vivido desde que Sócrates fez com que a Administração da TVI acabasse com o Jornal (de Sexta) que era da minha responsabilidade e com o meu trabalho como jornalista. Foi há 8 anos! Nunca mais tive hipótese de fazer jornalismo apesar de ter procurado contar a verdade acerca do primeiro-ministro de Portugal. Estranho, não é? Devia ser ao contrário", pode ler-se na publicação de Manuela no Facebook.

A ex pivot vai mais longe e faz uma dura critica sobre o estado do jornalismo e os interesses políticos. "Algo vai muito mal neste País, quando a Informação tem de se ajeitar à política e a interesses vários e quando, por exemplo, um primeiro-ministro, (Costa) diz aos eventuais compradores da TVI (Altice) que seria bom manterem lá o diretor de Informação (Sérgio Figueiredo) e a Administradora espanhola (Rosa Cullell)...Parece que acha a linha editorial da estação muito boa... O assustador, e que revela como está a Comunicação Social em Portugal, é a passividade e normalidade com que isto foi recebido. Tudo se aceita, até a interferência de um chefe de Governo na linha editorial de uma televisão!", continua. 

Partilhar no Facebook
2,761 2.8k Partilhas

Fonte: www.cmjornal.pt · Crédito foto: www.movenoticias.com