Manuel Maria Carrilho é absolvido do crime de violência doméstica

Bárbara não venceu esta batalha

Partilhar no Facebook
1,097 1.1k Partilhas

Manuel Maria Carrilho é absolvido do crime de violência doméstica

A batalha jurídica entre Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho já se arrasta desde 2013. No entanto em 2017 o ex-ministro foi absolvido do crime de violência doméstica e de 22 crimes de violação.

 O processo tem sofrido várias alterações e em Dezembro do ano passado, o tribunal reabriu o julgamento por causa de um episódio contado pela apresentadora  «Ele levou-me para o sótão, pôs-me virada para as escadas, disse-me, ‘«Estás a ver estas escadas? Atiro-te e vamos todos ao teu funeral’». Segundo Bárbara este episódio aconteceu a 14 de Setembro de 2013.

A decisão mantém-se», deliberou a juíza Joana Ferrer no início de tarde desta sexta-feira, durante a leitura de sentença do processo de violência doméstica contra Manuel Maria Carrilho, denunciado pela apresentadora Bárbara Guimarães. O ex-político é novamente absolvido. Recorde-se que o antigo ministro da Cultura já tinha sido absolvido neste processo. 

Depois do caso ser reaberto em dezembro do ano passado, a mando do Tribunal da Relação de Lisboa devido à falta de apreciação por parte do tribunal de um episódio entre o ex-casal. A decisão da juíza manteve-se.

Outros artigos:

Bárbara Guimarães está a lutar pela vida

Os últimos anos não têm sido fáceis para Bárbara Guimarães. A apresentadora que tem processos em tribunal contra o ex-marido por violência doméstica luta agora contra um cancro na mama e o caso é preocupante. 

Bárbara está a fazer tratamentos de quimioterapia, está debilitada, mas continua confiante que irá vencer mais esta batalha.

Foi o advogado de Bárbara que levantou um pouco do o véu sobre o estado de saúde e as suas palavras acabam por deixar no ar que, afinal, a batalha que está a travar contra um cancro da mama é mais grave do que se pensava.

"Aquilo que está a acontecer é uma tragédia. A Bárbara está a lutar pela vida, está com cancro, sabe-se lá provocado porquê", foi assim que José António Pereira da Silva falou do debilitados estado de saúde da sua cliente.

Em Agosto a apresentadora deu a conhecer o seu estado de saúde e não voltou a falar no assunto, Pelas fotografias que posta pontualmente é que foi possível ver que Bárbara já perdeu  seus longos cabelos na sequência dos tratamentos de quimioterapia, passando a usar peruca.

É no seu namorado que tem encontrado forças e  o facto do seu filho Dinís Maria estar mais próximo é algo que a deixa muito feliz.

Bárbara Guimarães: "Ele levou-me para o sotão e pôs-me virada para as escadas"

O ex-primeiro ministro da cultura voltou a tribunal no dia 30 de Janeiro para responder ás acusações de violência doméstica por parte de Bárbara Guimarães.

Manuel Maria Carrilho já tinha sido absolvido deste crime e de outros 22 de difamação, mas o Tribunal da Relação de Lisboa mandou reabrir o julgamento. 

A juíza Joana Ferrer determinou que o pedido de apreciação do episódio de violência doméstica entre o casal no sótão da casa onde moraram, tinha sido feito demasiado tarde (perto do final do julgamento).  O julgamento foi reaberto devido a este episódio.

Este episódio de violência terá acontecido a 14 de Setembro de 2013. Segundo as declarações de Bárbara, carrilho terá ameaçado atirar a apresentadora pelas escadas. «Ele levou-me para o sótão, pôs-me virada para as escadas, disse-me: «'Estás a ver estas escadas? Atiro-te e vamos todos ao teu funeral’».

Partilhar no Facebook
1,097 1.1k Partilhas

Fonte: www.vip.pt · Crédito foto: www.vip.pt