Manuel Luís Goucha fala finalmente sobre “O Programa da Cristina”

Goucha fala sobre o programa líder de audiências

Partilhar no Facebook
41 41 Partilhas

Manuel Luís Goucha fala finalmente sobre "O Programa da Cristina"

Cristina Ferreira estreou o seu programa a 7 de Janeiro e desde esse dia foi um verdadeiro fenômeno no que fiz respeito a audiências.

Goucha no início desta "guerra" tinha afirmado que não iria ver o programa, mas recentemente admitiu que já viu qualquer coisa:“Já vi algumas coisas do programa. É um modelo diferente, inovador, criativo e por isso conquista as pessoas” explicou Goucha durante a viagem que fez ao Porto com o marido, Rui Oliveira, para estarem presentes no Portugal Fashion.

Com Cristina Ferreira tem mantido o contacto por telefonema e mensagens. 

Outros artigos:

Mãe de Goucha dá resposta tocante... Apresentador ficou sem chão

Manuel Luís Goucha deu uma entrevista a Fátima Lopes onde voltou a falar da sua mãe. O tema desta entrevista é a velhice, algo que o apresentador tem muito respeito. 

A sua mãe já tem  95 anos, e o apresentador sempre teve uma relação de grande proximidade e de grande paixão com a progenitora: «A imagem que durante décadas eu tinha da minha mãe era a imagem da mulher deslumbrante, uma força da natureza, que cuidou dos filhos sozinha, que venceu o preconceito de ser mulher separada, isto há 60 anos», afirmou o apresentador.

 «Essa imagem era a imagem que também me convinha. Eu sempre disse que a minha mãe é tudo aquilo que ela é e tudo aquilo que eu construí.»

No entanto apesar de toda a admiração que sente pela mãe, como em qualquer relação mãe e filho nem tudo são rosas  No decorrer da conversa Manuel Luís Goucha revelou ainda um momento que viveu com a mãe e que o marcou. «Lembro-me perfeitamente que ela foi ao Porto ter comigo e eu devo ter sido brusco numa resposta qualquer ela diz-me uma coisa que me deitou por terra, que foi: ‘Acho que já não gostas tanto de mim porque eu estou a envelhecer’. Isto foi horrível», terminou.

Goucha é alvo de chantagem por parte da mãe: «ameaça ligar para as revistas»

Durante o programa "Você na TV", Manuel Luís Goucha fez alumas confidências sobre a mãe, Maria de Lourdes Sousa de 95 anos.

Maria Cerqueira Gomes e Manuel Luís Goucha debatia o tema "que tipo de pais somos" com Nuno Graciano, Sofia Grillo e Pedro Brás. Sofia Grillo revelou que a filha  já ameaçou «ligar à APAV» como forma de pressão. 

Manuel Luís Goucha acabou por contar a chantagem que a mãe faz para obter o que quer «A minha mãe, com 95 anos, quando não obtém aquilo que ela quer diz logo 'eu vou ligar para as revistas a dizer'. A minha mãe já me fintou. Não é maravilhoso? Ela já percebeu que as revistas adorariam um bom escândalo», contou o apresentador.

«A tua mãe deve ser maravilhosa», exclama Sofia Grillo. «Pelo quem eu sei e´um conto», acrescenta Maria Cerqueira Gomes.  

Goucha continua a contar as peripécias da mãe: 'Quando eu ligo 'então mãe como é que estás? [responde] 'estou pobre' para pedir mais mesada. E aí eu digo «oh mãe já chega!' 'ai não dás, então eu vou dizer para as revistas a maneira como tu me tratas'. É claro que digo logo...» . 

O apresentador revelou ainda que se preocupa muito com a mãe: «Acho que todos nós, filhos, a dado momento começamos a inverter papéis. Preocupo-me muito mais com ela do que certamente ela se preocupa comigo, é natural, com 95 anos há fragilidades».

Depois, o apresentador recorda que cresceu sem a presença do pai, mas defende que foi a mãe que não o permitiu. «Aquilo que mais me chocou como filho… a imagem que eu tenho da minha mãe é a imagem de como que eu, aos 17 anos, a deixo em Coimbra. Era lindíssima, deslumbrante e uma super-mulher que nos educou sem o pai. Oh mãe, já sabemos que não concordas - ela não deixou muito que o meu pai fizesse parte da nossa vida, por isso é que eu digo que por vezes há pais que não são pais porque a vida não o permitiu, ou porque não quiseram ou porque não os deixaram. Mas, aos 50 anos, percebo que a minha mãe -  ela tem mais 20 anos portanto quando ela tem 70  - percebi que a minha mãe tinha fragilidades como qualquer pessoa que vai envelhecendo e isso foi o maior choque. A partir daí inverteram-se os papéis e eu passei a cuidar dela. Acho que isso acontece com todos os bons filhos»

Partilhar no Facebook
41 41 Partilhas

Fonte: dioguinho.pt · Crédito foto: dioguinho.pt/