Demi Moore violada aos 15 anos por $500

Todos os detalhes no interior.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Na véspera do lançamento do seu livro autobiográfico, uma das atrizes mais bem pagas de Hollywood, Demi Moore, diz que foi "vendida" pela sua mãe a um homem que lhe pagou US $ 500.

A atriz de 56 anos confidenciou numa entrevista exclusiva à jornalista Diane Sawyer e participou no programa "Good Morning America".

"Foi uma violação e uma traição final revelada pela pergunta cruel do homem: ''como é ter sido prostituído pela tua mãe por US $ 500? '", escreveu a atriz no seu livro "Inside Out: A Memoir".

Embora os eventos que aconteceram naquela noite tenham sido assustadores, Demi Moore não acredita que a sua mãe a tenha intencionalmente vendido.

"Eu acho que, no fundo do meu coração, não", disse ela numa entrevista. "Não acho que tenha sido uma transação simples", "mas a minha mãe ainda assim lhe deu acesso e colocou-me em perigo ", diz a atriz.

Pais alcoólicos

Grande parte do livro revela as grandes dificuldades vividas pelos seus pais, ambos sofrendo de alcoolismo, e a primeira tentativa de suicídio da sua mãe quando ela tinha apenas doze anos de idade.

"Lembro-me de usar os meus dedos, os meus dedos de criança pequena, para tirar os comprimidos que ela estava a tentar engolir da sua boca."

Houve várias outras tentativas de suicídio depois disso.

A atriz faz várias outras revelações neste livro e explica os motivos que a levaram a deixar o ninho da família sem estudar, sem dinheiro, como atriz para seguir a sua carreira em Hollywood.

Ela diz que teve "coragem" de entrar no setor, porque não tinha nada a perder.

Foi aos 19 anos, quatro anos após a violação, que Demi Moore perdeu o controle da sua vida. Ela voltou-se para o álcool e para a cocaína.

Ela está totalmente sóbria há 20 anos.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: The Guardian · Crédito foto: The Guardian