Cristiano Ronaldo reage a acusação de alegada violação

Cristiano Ronaldo reage à polémica da violação

Partilhar no Facebook
237 237 Partilhas

Cristiano Ronaldo reage a acusação de alegada violação

Cristiano Ronaldo volta a estar envolvido numa grande polémica. E esta é bastante séria.

 Kathryn Mayorga, uma mulher de 34 anos acusa Cristiano Ronaldo de a ter violado em 2009. Na altura o jogador que tinha acabado de trocar O Manchester United pelo Real Madrid, estava numas "loucas" férias em Las Vegas.

A mulher descreveu o que aconteceu na noite em que alega que foi violada. Ela trocava de roupa na casa de banho quando Cristiano Ronaldo entrou:

"Basicamente, ele implorou-me que lhe tocasse no pénis por 30 segundos. Quando parei de tocar, ele pediu-me para chupá-lo. (…) Depois disse-me que me deixava ir embora se lhe desse um beijo. Disse: ‘Vou-te beijar, mas eu não vou tocar no teu pénis'", acrescenta.

"Ele começou a tocar-me com muita força. Empurrei-o para longe e disse-lhe para parar", continua.

"Ele puxou-me para o quarto (…) Tentou tirar-me a lingerie à força. Enrolei-me numa toalha, estava a tentar proteger a minha vagina. E foi aí que ele se deitou em cima de mim", revela. 

"Pensei que tinha alguma doença, que ele tivesse infectado com SIDA e questionei-o. Ele negou. ‘Sou um atleta profissional e faço testes a cada três meses. Não conseguia ser futebolista com uma doença’"..

"Pensei que tinha alguma doença, que ele tivesse infectado com SIDA e questionei-o. Ele negou. ‘Sou um atleta profissional e faço testes a cada três meses. Não conseguia ser futebolista com uma doença’"..

A mulher afirma que o jogador lhe pagou a a quantia de 375 mil dólares (322 mil euros) para que mantivesse o silêncio, o que terá acontecido, depois de chegarem a acordo.

Este silêncio durou 9 anos, o advogado de Kathryn contesta a validade deste acordo extrajudicial e interpôs uma queixa civil contra Cristiano Ronaldo no Estado americano do Nevada, onde o processo vai decorrer.

Cristiano Ronaldo rejeita todas as acusações e alega que o sexo foi consensual. Os advogados do craque também já reagiram à noticia sublinhando que o relato da norte-americana violava “os direitos pessoais” do jogador de uma forma “excecionalmente séria” e que iriam processar o meio que avançou a informação.

Cristiano Ronaldo já reagiu nas redes sociais, num vídeo o melhor jogador disse “São pessoas que querem ser famosas à custa do meu nome”, disse aos internautas, respondendo a várias questões que iam surgindo sobre este tema. “Estas questões são parte do trabalho. Sou um homem feliz e por isso está tudo bem”, assumiu, mostrando-se bastante tranquilo.

Partilhar no Facebook
237 237 Partilhas

Fonte: tvmais.sapo.pt · Crédito foto: tvmais.sapo.pt