​CR7: O caso da alegada violação aos olhos do presidente Marcelo Rebelo Sousa

Caso ganha importância de Estado!

Partilhar no Facebook
189 189 Partilhas

CR7: O caso da alegada violação aos olhos do presidente Marcelo Rebelo Sousa

Cristiano Ronaldo vive o drama de estar a ser acusado de violar uma mulher. O seu atual clube Juventus já veio publicamente apoiar o craque.
Por cá, o caso também merece importância de Estado e Marcelo Rebelo Sousa já se pronunciou sobre este caso mediático:

"Eu não mudo de ideias quanto ao papel desportivo e nacional que alguém que hoje está envolvido na justiça teve na vida do nosso país. Isso existe e é uma realidade", afirmou o chefe de Estado referindo-se às queixas da norte-americana, Kathryn Mayorga, de que teria sido violada, em 2009, por Cristiano Ronaldo.

Já passaram quase dez anos desde que Cristiano Ronaldo envolveu-se sexualmente com Kathryn Mayorga. A mulher agora com 34 anos, alega que na altura Ronaldo a violou sem consentimento no ânus, durante cinco a sete minutos, e que terminou o ato ejaculando na mão.

Ronaldo nega que tenha violado a mulher e garante que o ato sexual foi consentido.

O caso está na justiça e certamente ainda vai fazer correr muita tinta.

Outros artigos relacionados com Cristiano Ronaldo:

Nike “profundamente preocupada” com a acusação de que Ronaldo é alvo

A marca norte-americana, NIKE, que patrocina o Cristiano Ronaldo enviou à The Associated Press um comunicado no qual se mostrava "profundamente preocupada" com caso da alegada violação do jogador em 2009.

Esta é uma situação de risco que poderá causar a perda de patrocínio a Cristiano Ronaldo se as acusações forem provadas como verdadeiras. Naturalmente a NIKE teria que se distanciar de qualquer caso deste tipo, ainda por cima, sendo este um caso que ocorreu em território Norte-Americano de onde é a marca.

O comunicado foi emitido esta quinta-feira pelo departamento de comunicação da marca norte-americana e refere-se ao caso da alegada violação do internacional português a uma mulher em Las Vegas, em junho de 2009.

No email, a Nike fez saber que vai "continuar a acompanhar bastante de perto a situação".

Cristiano Ronaldo tem contrato válido com a fabricante de materiais desportivos desde 2003, um vínculo que já terá rendido mais de mil milhões de dólares (866 milhões de euros) ao capitão da seleção nacional.

Partilhar no Facebook
189 189 Partilhas

Fonte: www.flash.pt · Crédito foto: www.flash.pt