Catarina Furtado preocupada com a terrível doença que que afeta a mãe

“A minha mãe não está muito bem”

Partilhar no Facebook
18 18 Partilhas

Catarina Furtado preocupada com a terrível doença que que afeta a mãe

Catarina Furtado foi convidada de Cristina Ferreira e falou sobre a preocupação que tem com o estado de saúde da mãe. Helena Furtado sofre de uma doença que afeta cerca de 300 mil portugueses.

«A minha mãe não está muito bem. Tem uma terrível doença que se chama fibromialgia», revelou.

A fibromialgia é uma doença degenerativa que afecta cerca de 300 mil portugueses. Os médicos descrevem esta doença, sobre a qual pouco se sabe, como uma «amplificação central da dor». A fibromialgia, que afeta maioritariamente o sexo feminino, é de difícil diagnóstico.

Segundo a definição da Sociedade Portuguesa de Reumatologia, «a fibromialgia é uma doença que se caracteriza por dor músculo-esquelética generalizada, difusa, muitas vezes migratória e por um aumento da sensibilidade a uma variedade de estímulos que podem causar dor e desconforto, como o esforço, stress ou os ruídos. Pode ter períodos de acalmia ou exacerbação, sendo que a dor e desconforto podem ser flutuantes. Acompanha-se frequentemente de fadiga, alteração do sono, problemas de memória e concentração».

Em Portugal, a ex-apresentadora da RTP Maria Elisa foi das primeiras figuras públicas a assumir ter esta doença. Sónia Tavares, vocalista dos The Gift, também tem fibromialgia. Lady Gaga revelou recentemente que também tem este problema de saúde.

Outros artigos:

Catarina Furtado de luto com o filho inconsolável

Catarina Furtado, apresentadora de televisão tem passado dias muito complicados. Morreram "dois cães maravilhosos" depois de 13 anos a fazer parte da família.

A questão do luto já não é fácil por si só, mas os problemas não aparentam ficar por aqui, isto porque Catarina terá de explicar ao seu filho como é que, de um momento para o outro, aconteceu esta situação tão dolorosa.

Um dos cães de seu nome Lankawi, morreu porque o coração lhe faltou, e Tuca, sua eterna companheira, não resistiu à tristeza de ter perdido o seu grande amor... e acabou por falecer. Uma história trágica mas de certa forma bela e que mais uma vez prova que os animais têm reais sentimentos.

Foi a própria Catarina Furtado que explicou o que aconteceu:

"Partilho pouco da minha vida mais privada mas há situações que são tão minhas quanto vossas. Sei que quem gosta de animais e os respeita, sente da mesma forma as alegrias e as tristezas. Este post é de homenagem a dois cães maravilhosos que partiram este fim de semana depois de 13 anos connosco e que vão deixar uma saudade imensa. Mas é também um post de alerta para quem trata mal os animais porque desvaloriza os seus sentimentos! Ao Lankawi falhou-lhe o coração por questões de saúde, à Tuca falhou-lhe o coração poucas horas depois, por questões de tristeza. Não aguentou a sua ausência. Partiram juntos. Explicar ao meu filho não foi fácil porque para ele é tão fácil sentir que os nossos cães faziam parte da nossa família", escreveu Catarina Furtado.

Partilhar no Facebook
18 18 Partilhas

Fonte: www.novagente.pt · Crédito foto: www.novagente.pt