A atriz Charlize Theron quebra o silêncio sobre a noite em que a sua mãe matou o seu pai

Uma história avassaladora.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Para quem não sabe, a atriz sul-africana Charlize Theron não teve uma infância fácil. Quando tinha 15 anos, viu a mãe matar o pai, que era alcoólatra e violento.

De fato, Charlize Theron decidiu quebrar o silêncio, sobre a noite em que a sua mãe matou o seu pai, durante uma entrevista com a NPR. Esta história remonta a 1991, quando a atriz tinha apenas 15 anos de idade. Naquele dia, a sua mãe Gerda não teve escolha senão matar o seu pai, Charles. O motivo? Ele tinha problemas de dependência e era muito violento.

Naquele dia ele estava mais perigoso que nos outros e a mãe de Charlize Theron não teve escolha a não ser matá-lo dando-lhe 4 tiros. Tudo isso aconteceu diante dos olhos da atriz que se lembrará desse momento para o resto da sua vida. Ela não se opõe à mãe que nunca foi sentenciada por nada. De fato, o seu gesto foi considerado autodefesa. Ela também explica que nunca conheceu o pai no seu estado normal, ele sempre foi um viciado.

Se, em retrospectiva, ela não diz que está surpresa com o que aconteceu devido à natureza doentia do seu casulo familiar, a mulher de 44 anos quer usar a sua história pessoal para ajudar as pessoas que passam por momentos difíceis ou que tenham vivido momentos semelhantes aos dela. 

Ela vai lembrar-se ao longo de toda a sua vida da sua infância difícil e vai ajudar pessoas necessitadas.

Desde 13 de dezembro de 2019, Charlize Theron faz parte do cartaz do filme "Bombshell" com Margot Robbie e Nicole Kidman.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye