Desporto : Rui Costa: «Tínhamos vergonha de imitar Ronaldo e íamos treinar às escondidas»
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

Rui Costa: «Tínhamos vergonha de imitar Ronaldo e íamos treinar às escondidas»

Rui Costa recorda período em que foi colega de seleção de Cristiano Ronaldo

Publicado por Vamos lá Portugal em Desporto
Partilhar no Facebook
1,771 1.8k Partilhas

Rui Costa foi um dos convidados famosos presentes no lançamento do livro "Duelo Nunca Visto", de Luís Miguel Pereira e Luciano Wernicke, que decorreu na segunda-feira, no Footlab, em Carnaxide, um livro que aborda a rivalidade entre Cristiano Ronaldo e Messi. 

Rui Costa referiu que nunca jogou com Lionel Messi, mas o antigo internacional português recordou os tempos em que alinhou com Cristiano Ronaldo pela Seleção Nacional.

"Tive o privilégio de jogar com o Cristiano Ronaldo quando estava a crescer no futebol. Ele aparece na campanha de 2004 que coincide, por sinal, com a minha despedida da seleção. Ronaldo era o mais novo de todos, mas sempre se integrou bem e em cada treino de manhã tinha uma nova finta para nos mostrar. A verdade é que tínhamos vergonha de o imitar no treino e íamos treinar às escondidas [risos]. À noite, no jantar, lá vinha ele falar dos dribles e nós a borrifar-nos para os dribles dele: queríamos era explicar que o importante era contribuir para a equipa. Mas a verdade é que quando ele não estava, e em conversa de grupo, dizíamos que iria ser Bola de Ouro. Pela forma como trabalhava, o talento todo, não havia dúvida para mim, para o Fernando Couto, Pauleta, Nuno Gomes, para todos os jogadores mais velhos e experientes", afirmou.

E continuou, lembrando que CR7 teve de ser 'travado' algumas vezes: "Fazíamos sprints nos treinos e ele chegava a pôr pesos nos pés. Dizíamos para ele tirar aquilo para não ficarmos mal vistos. Sentíamos mesmo que estava ali um atleta com uma abnegação fora do normal que tinha, na cabeça e nos pés, a ideia que iria ser o melhor. Felizmente para todos, isso aconteceu."

Sobre o 'duelo' Ronaldo vs. Messi, de que fala o livro ontem apresentado, Rui Costa afirmou que "eles mesmo sendo rivais ajudaram-se mutuamente".

"Calharam na mesma geração, no mesmo campeonato e em equipas diferentes e rivais em campo, o que fez com que um nunca pudesse baixar a guarda porque estava lá o outro para lhe roubar a Bola de Ouro. E não é por acaso que eles a ganharam nestes últimos dez anos. A novidade é que, este ano, foi outro atleta a ganhá-la".

Outras notícias sobre Cristiano Ronaldo:

Cristiano Ronaldo revela a verdadeira razão da saída do Real Madrid

Cristiano Ronaldo esteve ao serviço do Real Madrid durante nove anos. Numa entrevista reveladora, o craque Portugueses revelou os verdadeiros motivos que o levaram a sair deste clube. 

Cristiano Ronaldo ficou decepcionado com o Real Madrid, e terá sido Florentino Pérez, o presidente do Real Madrid, é o verdadeiro motivo da mudança  "Senti, no interior do clube, especialmente da parte do presidente, que não me consideravam da mesma maneira que consideravam no início", desabafou o jogador de 33 anos.

"A verdade é que o presidente me queria lá, mas, ao mesmo tempo, fez-me saber que a minha saída não seria considerada um problema", acrescentou CR7.

Cristiano Ronaldo não esquece os momentos incríveis que viveu em Espanha, e depois de fazer elogios à equipa e aos adeptos revelou que estava na altura certa para mudar de clube.

O agora jogador da Juventus revelou que ambiciona a 6º bola de ouro"Já sei, no meu coração, que sou um dos melhores jogadores da História. Claro que quero vencer a 6ª Bola de Ouro! Estaria a mentir se dissesse o contrário. Trabalho para isso, tal como trabalho para marcar golos e vencer jogos, sem que se trate de uma obsessão. Mas sim, penso que mereço a Bola de Ouro", finalizou.

Outros artigos relacionados com Cristiano Ronaldo:

Cristiano Ronaldo usa relógio milionário. Nem imagina o preço deste relógio

Cristiano Ronaldo usa relógio de Diamantes

A conferencia de imprensa que Cristiano Ronaldo deu em relação ao jogo que irá decorrer nesta terça-feira  entre a Juventus, a sua atual eqauipa e o Manchester United, a sua antiga casa está a dar que falar.

Em primeiro lugar o jogador falou pela primeira vez sobre o polémico caso de acusação de violação em que está envolvido. Em relação a esse tema o jogador fez questão de garantir que estava tranquilo, sabe que é um exemplo dentro e fora de campo.

Cristiano Ronaldo disse ainda que era um homem feliz, jogava numa grande equipa e tinha uma grande família. 

Estas declarações correram mundo, mas não foram só as palavras do jogador que deram que falar. O jogador chamou a atenção dos jornalistas ao usar um relógio que está avaliado em dois milhões de euros. 

Trata-se de um modelo da Jacob & Co, da gama Caviar Torubillon.

Veja ao pormenor o relógio milionário:

Outros artigos relacionados com Cristiano Ronaldo:

Ronaldo e as alegações: “A verdade vem sempre ao de cima”

Cristiano Ronaldo esteve na conferência de imprensa que antecede a partida de futebol entre o Manchester United e a Juventus de Turim, partida esta a contar para a terceira jornada da Liga dos Campeões, que se realiza esta terça-feira, em Old Trafford. Partida que também marca o regresso tão ansiado do jogador a um estádio que bem conhece, já que o jogador representou o Manchester United entre 2003 e 2009.

Como de costume Cristiano Ronaldo apresentou-se de bom humor e a sorrir, ele referiu estar muito feliz com o regresso a Old Trafford e até respondeu a uma questão quando lhe perguntaram sobre como se sentia perante as acusações de Kathryn Mayroga, que o acusa de a ter violado.

"Sou um homem feliz. O comunicado que emitimos há duas semanas diz tudo. Sou um homem feliz, abençoado e saudável. Os meus advogados estão confiantes e o mais importante para mim é desfrutar a vida e jogar futebol. A verdade vem sempre ao de cima. Tenho pessoas que cuidam bem dos meus interesses [...] eu sei que sou um exemplo dentro e fora do campo. Estou a sorrir porque tenho uma família fantástica, quatro filhos, e o resto não interfere", disse Cristiano Ronaldo.

"Os advogados estão confiantes e eu também", concluiu.

Partilhar no Facebook
1,771 1.8k Partilhas

Fonte: Record
Crêdito foto: Record

Goste/partilhe