Animais : Um veterano leva um cão de serviço à prisão e ele corre instantaneamente para um presidiário
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

Um veterano leva um cão de serviço à prisão e ele corre instantaneamente para um presidiário

Quem mais precisa de uma caixa de tecidos?

Publicado por Vamos lá Portugal em Animais
Partilhar no Facebook
390 390 Partilhas

Um veterano leva um cão de serviço à prisão – corre instantaneamente para um presidiário

Os cães são mesmo as criaturas mais queridas no mundo. É incrível como eles são capazes de mudar as nossas vidas para melhor e de nos amar, incondicionalmente, não importa quem somos ou o que fazemos.

O cão de serviço Pax não é exceção. Quando ele se juntou ao veterano Bill Campbell, ajudou a transformar a vida do antigo soldado, dando-lhe a força emocional de que precisava para seguir em frente. No entanto, Bill descobriria em breve que ele não tinha sido a única pessoa que Pax ajudou. 

Quando o veterano da guerra do Iraque, Bill Campbell, voltou para casa, os Estados Unidos, ele estava num mau lugar. Durante o seu tempo de serviço, ele sofreu uma lesão cerebral traumática tão grande que voltou para casa com 100% de incapacidade.

O seu stress pós-combate afetou-o ao ponto de o homem de 47 anos quase não poder sair de casa em Washington. A sua família estava preocupada com o seu estado de espírito e a sua qualidade de vida.

Felizmente, ficaram mais descansados quando Bill recebeu Pax, um cão de serviço treinado em stress pós-traumático. O labrador foi capaz de dar força emocional a Bill para seguir em frente com a sua vida de uma forma que ele não imaginava quando voltou para os EUA.

Bill ficou tão agradecido por Pax que estava determinado a conhecer a mulher que o treinou. Então, Bill e Pax fizeram uma viagem até a prisão para mulheres de Bedford Hills.

Reconhecimento instantâneo

Quando chegaram à instalação, foi claro que Pax lembrou-se do tempo que passou lá. Ainda mais do que isso, ele mal podia esperar por voltar a ver a sua velha amiga. A sua cauda estava a abanar muito e os seus olhos entusiasmados estavam a olhar ao redor, procurando desesperadamente a sua antiga treinadora, uma mulher chamada Laurie Kellogg.

Pax avistou Laurie e foi a correr para ela. Ele encheu-a de beijos. 

Ele deu-me uma sensação de liberdade

Depois do reencontro emocionante, Laurie e Bill cumprimentaram-se e os 3 foram para o edifício onde 27 presidiárias treinam futuros cães de serviço.

Laurie, a quem foi dado Pax apenas 3 semanas depois de o seu pai ter morrido, explicou o impacto que ele teve nela.

“Eu também tive stress pós-traumático depois de anos de violência doméstica. Também tinha flashbacks, disse Laurie a Bill.

“Pax sabia, e fez-me saber que eu não estava lá – estava aqui. Eu sabia que ele ia fazer alguém sentir-se seguro. Ele fez-me ter uma sensação de liberdade num lugar em que eu deveria sentir tudo menos que era livre”.

Veja o vídeo do reencontro abaixo: 

Cães de serviço como Pax ajudam a melhorar as vidas de inúmeras pessoas, de formas que muitos de nós não conseguimos compreender. Admita, ficou tocado com as histórias emocionantes de Bill e de Laurie e com a forma como Pax ajudou-os a se focarem no caminho certo.

Partilhar no Facebook
390 390 Partilhas

Fonte: Ayoye
Crêdito foto: Ayoye

Goste/partilhe