Pastor vê um saco amarrado de forma estranha ao pé de vias ferroviárias – quando vê mais perto descobre algo horrível

Quando ele olhou mais de perto, ele não acreditou nos seus olhos.

Partilhar no Facebook
3,843 3.8k Partilhas

Pastor vê um saco amarrado de forma estranha ao pé de vias ferroviárias – quando vê mais perto descobre algo horrível

Algumas pessoas simplesmente não podem ser confiáveis com animais.

Apesar dos esforços em curso para erradicar o abuso de animais para sempre, continua a ser um problema em todo o mundo.

Eu pergunto-me “porque é que alguém magoaria um animal de estimação que os ama incondicionalmente?”. Passo horas a tentar encontrar uma resposta adequada, depois vou à internet e vejo casos como o que está abaixo… e desespero de novo.

Lourens van Wyk é um pastor aposentado que mora na Cidade do Cabo, na África do Sul, e um dia fez uma descoberta verdadeiramente angustiante ao andar por um conjunto de vias ferroviárias.

Ele viu um saco de plástico de aparência estranha e decidiu investigar. O que ele encontrou deixou-o chocado. 

Van Wyk sabia que algo não estava certo quando viu um misterioso saco de plástico aparentemente jogado para vias ferroviárias. Ele decidiu ir ver mais perto – parte dele esperava encontrar um bebé abandonado lá dentro – e, quando o fez, ficou com o coração partido.

No saco tinha um cão extremamente maltratado que estava amarrado com cordas para restringir o seu movimento. Não conseguia mexer-se, latir e mal conseguia respirar. 

O pastor entrou em ação imediatamente e levou o cão – que mais tarde foi chamado Trax – a um veterinário.

Ele entrou em contacto com a Helderberg Animal Welfare Society fora da cidade, onde Trax podia receber a ajuda de que precisava para recuperar.

Van Wyk decidiu que não podia desapertar a cordas que prendiam Trax – o cão estava com muitas dores. Felizmente, as pessoas da sociedade conseguiram aliviar Trax das cordas.

A organização escreveu na sua página de Facebook: “Uma pequena atualização sobre Trax – o cãozinho que chegou ao nosso canil ontem depois de ter sido resgatado dos caminhos-de-ferro, num saco de plástico com a boca e as 4 patas amarradas. Depois de cortarmos todas as cordas, o nosso veterinário examinou-o e fez um exame completo. 

Os veterinários acreditavam que Trax tinha sofrido um trauma na cabeça e várias concussões no passado. A equipa do centro de animais deu-lhe amor e cuidado durante alguns dias e, lenta mas seguramente, ele começou a melhorar.

“Para além do facto de que ele tem sarna e está coberto de feridas, ele é saudável. Ainda é bem jovem. Tomou um banho quente, está a comer bem e a responder bem a todo o TLC e amor que lhe estamos a dar! Ele gosta de estar connosco e gosta de nos dar atenção extra. A sua cauda começa a abanar e sabemos que ele se sente seguro e amado. Ele passou a maior parte do dia a dormir na sua cama”, diziam numa atualização. 

Algumas semanas depois, Trax estava pronto para ser adotado; uma reviravolta fantástica dada a natureza da sua condição. 

Dois anos depois de ter sido encontrado, amarrado num saco ao pé de caminhos-de-ferro, Traz está com uma família amorosa e a se sair melhor do que nunca.

Os heróis que salvaram Traz merecem uma homenagem!

Partilhe este artigo se é contra a crueldade animal.

Partilhar no Facebook
3,843 3.8k Partilhas

Fonte: Newsner · Crédito foto: Newsner