Animais : ​Ele foi abandonado mas quando foi adotado, retribuiu de maneira única. É incrível!
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

​Ele foi abandonado mas quando foi adotado, retribuiu de maneira única. É incrível!

O homem acolhe cão abandonado. Depois de alguns dias, ele mal pode acreditar no que vê.

Publicado por Vamos lá Portugal em Animais
Partilhar no Facebook
31 31 Partilhas

Ele foi abandonado e quando o adotaram ele retribuiu de maneira única. É incrível!

Um filhote de Pit Bull, mesmo pequeno é sempre temido. Alguns os amam, alguns os odeiam, mas a maioria tem medo deles. Mas a maioria também, quando criam um, dizem o contrário, que ele é uma perfeita companhia. Que são dóceis e amáveis até com as crianças.

E esse foi o caso do pequeno Brinks, assim ele foi chamado por Jon que o adotou em uma rua do Brooklyn. Jon primeiro foi tentar encontrar o dono dele, mas passou-se um mês e nada de ninguém procurar por ele. Ele já tinha um cachorro e temia que não se dessem bem, mas foi justamente o contrário, todos amaram o Brinks, ele sempre foi muito companheiro e amigo, mas algo muito estranho se passava com ele. 

Sempre que algo bom acontecia com ele, assim que Brinks se sentia feliz, ele abria um sorrisão, igualzinho a um ser humano! 

"Ele sorri para biscoitos, ele sorri quando você dá "oi" para ele de manhã e quando ele está dormindo. Ele sorri quando passeia de carro, quando deita sob o sol (ou na frente da lareira), e sempre quando ele geralmente parece estar feliz." conta Jon. 

Por conta desse sorriso radiante ele e seu dono agora são muito famosos, possuem mais de 86.000 fãs no Instagram

"A coisa mais incrível é como frequentemente Brinks sorri como um humano em resposta a situações que ele gosta", disse Jon. 

Parece que um cachorro sabe muito mais o que é bom na vida do que um ser humano, o resultado disso foi que salvando Brinks das ruas, ele fez um favor para si mesmo, já que conviver com um cachorro sorridente e feliz nos ensina muito sobre gratidão e bondade.

Partilhar no Facebook
31 31 Partilhas

Fonte: Não Acredito
Crêdito foto: Não Acredito

Goste/partilhe