Animais : Acusada de deixar o seu cão morrer de calor no carro

Acusada de deixar o seu cão morrer de calor no carro

Todos os detalhes no interior.

Publicado por Vamos lá Portugal em Animais
Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Uma mulher da Flórida recebeu uma lição brutal na quinta-feira passada: deixar um ser vivo no carro no meio do verão pode ter consequências fatais.

A cena horrível foi filmada por um transeunte no estacionamento de um Walmart na cidade de Pensacola.

Vemos Crystal Marie Houk, sentada no chão atrás do seu Toyota Camry, devastada pela morte do seu cão, uma mistura de pitbull. Estavam cerca de 32 graus Celsius, com uma sensação muito mais alta porque a humidade estava alta na Flórida, naquele dia.

Houk foi acusada de crueldade animal. Ela disse às autoridades que havia deixado o ar condicionado a funcionar durante a sua sessão de compras.

Um funcionário do Walmart percebeu quando as portas foram abertas que o ar quente estava a soprar na parte de trás em vez do ar frio.

"Temos temperaturas quentes, estemos no meio do verão. Portas fechadas e ar quente a soprar com um animal lá dentro. Por fim, o que devia acontecer aconteceu ", disse um policia à imprensa local.

A jovem disse que não demorou muito tempo, mas as câmeras de vigilância mostraram que o pobre animal ficou preso cerca de três horas no carro.

"O pessoal do serviço de animais tentou medir a temperatura do animal e o termó metro não conseguiu fazer a medição", disse a polícia, acrescentando que a ferramenta para de funcionar aos 42 graus.

Houk comparecerá perante o juiz no dia 12 de setembro.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: NBC news
Crêdito foto: NBC news

Goste/partilhe